Como Criar Memória Swap em VPS Linux

Linux  

O Que É Swap?

No Linux, a Swap (área de troca) funciona como uma extensão da memória RAM, que fica armazenada no disco, a ser utilizada quando o sistema operacional fica sobrecarregado.

A Swap pode ficar tanto em uma partição, quanto em um arquivo no disco. No nosso caso, que vamos criá-la numa VPS, vamos trabalhar com o formato de arquivo.


Primeiros passos

Para este exemplo vou usar o plano da DigitalOcean mais escolhido por quem tá iniciando, uma VPS de 1GB de RAM, 1vCPU e 25GB de disco SSD.

Se você ainda não tem uma conta na DigitalOcean clique no botão abaixo e ganhe agora U$100.00 de créditos (promoção por tempo limitado).

Cupom U$100.00 na DigitalOcean

Antes de continuar o tutorial logue-se naVPS via ssh e utilize o usuário root.

O primeiro passo é ver se a Swap já não existe na VPS. Use o comando abaixo:

free -m

Ele vai gerar uma saída conforme a figura abaixo, note que temos cerca de 1GB de RAM e que os valores referentes a Swap estão todos zerados, indicando que a mesma não existe.

Exibir configuração de memória no Linux


Depois, verifique o espaço em disco disponível. Execute o comando abaixo e procure a linha onde está montada a partição raiz (“/”).

df -h

Exibir espaço em disco no Linux

Pela saída da figura acima, temos um disco de 25GB com 23GB livres.


Alocando Espaço

Agora vamos criar nosso arquivo para ser usado como swapfile.

Para uma VPS com essas características um arquivo com 2GB tá de bom tamanho:

fallocate -l 2G /swapfile

Vamos verificar se o arquivo foi criado, execute o comando:

ls -lh /swapfile

Pela figura abaixo podemos ver que o arquivo de swap foi criado com sucesso.

Verificar criação do arquivo swapfile no Linux


Configurando o SWAPFILE

Agora vamos transformar nosso arquivo em um swapfile, execute os comandos abaixo:

chmod 600 /swapfile

mkswap /swapfile

swapon /swapfile

Após isso já devemos estar com nossa swap em funcionamento. Porém, do jeito que está, você vai ter que repetir essa configuração cada vez que reiniciar a VPS. Vamos torná-la definitiva com o comando abaixo:

echo "/swapfile none swap sw 0 0" >> /etc/fstab

Vamos verificar se existe algum erro com o arquivo fstab:

mount a

A saída do comando acima deve ser vazia, se exibir alguma mensagem então tem algo errado e você deve corrigir, pois corre o risco do seu sistema operacional ficar inoperante.

Agora vamos ver se o swapfile está funcionando, execute o comando abaixo para listar todas as swaps:

swapon -s

Para exemplificar, a figura abaixo mostra a execução de todos os comandos de configuração do swapfile:

Comandos para configuração do swapfile no Linux


Script de Configuração de Swap

Caso você tenha que realizar várias vezes o procedimento acima, então vale a pena utilizar um script para isso, vou disponibilizar o que uso:

  
#!/bin/bash

fallocate -l 2G /swapfile

chmod 600 /swapfile

mkswap /swapfile

swapon /swapfile

echo "/swapfile none swap sw 0 0" >> /etc/fstab  
  

Basta copiar o conteúdo acima num arquivo e salvá-lo com a extensão .sh.

Após, dar permissão de execução com o comando:

chmod +x NOMEARQUIVO.sh

E executá-lo com:

sh NOMEARQUIVO.sh.

Lembre-se também de trocar o valor 2G pelo tamanho que você deseja para sua swap.


Compartilhe!