Comandos do VIM

Editor de Texto VIM do Linux

O editor VIM é uma versão melhorada do antigo editor de texto VI. Ele está disponível em grande parte das distribuições do GNU/Linux e roda direto no terminal, sendo muito útil para quem trabalha com servidores Linux sem interface gráfica.

Ao digitar “vi” no terminal será aberto um arquivo em branco para você editá-lo.

Para editar um arquivo específico basta digitar “vi nomearquivo” no terminal.

Modos de trabalho do VIM

Salvando e/ou saindo

Localizando e substituindo textos

Movimentando o cursor

Movimentando o texto

Alterando o texto

Modos de trabalho do VIM

O VIM possui dois modos de trabalho:

  • Modo de Inserção: Comandos de inserção;
  • Modo de Comando: Comandos de localização, movimentação, alteração e salvar ou sair do arquivo.

Quando o VIM é aberto ele entrará automaticamente no modo de comando. Para alternar para o modo de inserção geralmente usamos a tecla “i”, mas também temos as opções abaixo:

a – o modo de inserção é ativado e o cursor de texto é posicionado após o caractere corrente;
A – o modo de inserção é ativado e o cursor de texto é posicionado no final da linha;
i – o modo de inserção é ativado e o cursor de texto é posicionado antes do caractere corrente.
I – o modo de inserção é ativado e o cursor de texto é posicionado no início da linha;
o – o modo de inserção é ativado e uma linha em branco é inserida abaixo da atual;
O – o modo de inserção é ativado e uma linha em branco é inserida acima da atual;

Para voltar ao modo de comando, basta pressionar a tecla “ESC”.

Salvando e/ou saindo

:w – salva o arquivo sem sair do editor;
:w nome_do_arquivo – salva o arquivo com o nome especificado;
:q – sai do editor (não funciona se o arquivo foi alterado);
:wq – salva o arquivo e sai do editor;
:q! – sai do editor sem salvar as alterações realizadas.

Localizando e substituindo textos

/palavra – busca pela palavra ou caractere em todo o texto;
?palavra – move o cursor para a ocorrência anterior da palavra;
n – repete o último comando na mesma direção;
N – repete o último comando na direção reversa;
Ctrl+g – mostra o nome do arquivo, o número da linha atual e o total de linhas.
:%s/antiga/nova/g – substitui a string “antiga” por “nova”;
:%s/antiga/nova/gc – substitui a string “antiga” por “nova” com confirmação;

Movimentando o cursor

h – move o cursor um caractere à esquerda;
j – move o cursor para a próxima linha;
k – move o cursor para linha anterior;
l – move o cursor um caractere à direita;
H – move o cursor para a primeira linha da tela;
M – move o cursor para o meio da tela;
L – move o cursor para a última linha da tela;
w – move o cursor para o início da próxima palavra;
W – move o cursor para o início da próxima palavra, separadas por espaço;
b – move o cursor para o início da palavra anterior;
B – move o cursor para o início da palavra anterior separadas por espaço;
0 (zero) – move o cursor para o início da linha atual;
^ – move o cursor para o primeiro caractere não branco da linha atual;
$ – move o cursor para o final da linha atual;
nG – move o cursor para a linha n;
:n – move o cursor para a linha n;
gg – move o cursor para a primeira linha do arquivo;
G – move o cursor para a última linha do arquivo.
Ctrl+f – move o cursor para a próxima tela;
Ctrl+b – move o cursor para a tela anterior;

Movimentando o texto

Ctrl+e – move o texto para cima;
Ctrl+y – move o texto para baixo.

Alterando o texto

x – deleta o caractere que está sob o cursor;
dw – deleta a palavra, da posição atual do cursor até o final;
dd – deleta a linha atual e copia o conteúdo para área de transferência;
D – deleta a linha a partir da posição atual do cursor até o final;
:A,Bd – deleta da linha A até a linha B e copia para área de transferência;
rx – substitui o caractere sob o cursor pelo especificado em x;
u – desfaz a última modificação;
U – desfaz todas as modificações feitas na linha atual;
J – une a linha corrente a próxima;
yy – copia 1 linha para a área de transferência;
yNy – copia N linhas para a área de transferência;
p – cola o conteúdo da área de transferência;
Np – cola N vezes o conteúdo da área de transferência;
cc – apaga o conteúdo da linha, e copia para área de transferência;
cNc – apaga o conteúdo de N linhas, e copia para área de transferência (a partir da linha atual);
ndd – deleta o conteúdo de n linhas a partir da linha atual;
nD – deleta a linha a partir da posição atual do cursor até o fim de n linhas.

Gostou? Então compartilhe!

1 comentário em “Comandos do VIM

  1. Gostei muito keria ta mas por dentro

Deixe um comentário